A origem da telha

Antes de saber a origem da telha, é importante conhecer sua destinação, para que serve e onde deve ser empregada.

Pode-se definir a telha como parte importante no processo de construção civil, pois ela serve de cobertura para vários tipos de edificações. Inicialmente era preparada apenas com argila, mas, ao longo dos anos, foi diversificada para outros materiais, como cimento, metal, vidro, plástico, entre muitos outros.

De forma geral, são peças produzidas individualmente, mas em formatos que se encaixam umas às outras, de maneira precisa, formando o que chamamos de telhado, o que proporciona resistência e evita infiltrações e outros problemas na edificação.
Para conhecermos a história da telha, devemos nos reportar a outra origem: A cerâmica.

As primeiras telhas surgiram com os avanços no conhecimento de cozedura da argila, transformando-a em cerâmica. Em eras passadas, descobriu-se que a argila possuía a propriedade de alterar facilmente sua estrutura, conforme o avanço de sua secagem, ou seja, a argila umedecida podia ser moldada com tranquilidade, endurecendo à medida que tornava-se mais seca. Assim, tornou-se a base para muitos utensílios para armazenamento e transportes de líquidos e alimentos.
No final da Idade da Pedra, notou-se que este processo de endurecimento da argila poderia ser acelerado se ele fosse realizado em temperaturas mais altas. Assim, passaram a endurecer esse material em fornos por meio de cozedura, proporcionando um material ainda mais resistente, que poderia ser utilizado em muitas outras atividades, surgindo daí a cerâmica.
A utilização da cerâmica foi impulsionada pelos romanos que a aplicavam em vários seguimentos, inclusive na construção civil, e isso não ficou restrito a Roma, uma vez que tais conhecimentos foram difundidos em todo o seu império. Outros povos buscaram outras formas de utilizar esse material e um deles desenvolveu um novo sistema de cobertura de casas, substituindo assim, as coberturas de colmos ou madeiras que não ofereciam muito conforto, já que apodreciam com o tempo.
Em razão de vários povos de diferentes regiões conhecerem todo o processo de cozimento da argila, torna-se impossível assegurar a origem das telhas. No entanto, muitos historiadores atribuem a Kirinas, rei do Chipre, a sua invenção, mas com ressalvas, pois também acreditam que os assírios já conheciam sua aplicabilidade, muito tempo antes dos chiprianos. O fato é que as telhas podem ser tão antigas quanto o uso de tijolos de barro.
Com o passar do tempo, as técnicas foram se modernizando e destacou-se então, o modelo de telhas romanas que se manteve em uso na Europa, durante muito tempo até ser substituída pela forma trapezoidal que se adequava melhor às condições da região.
Da mesma forma, foram surgindo novos tipos de telhas, até que em 1841 surgiram as telhas de encaixe, fabricadas mecanicamente, o que revolucionou o seu uso, uma vez que proporcionavam encaixes perfeitos e telhados mais uniformes. Esta invenção se deve aos irmãos Gilardon d’Altkirche, franceses, da Alsácia.

Fonte: https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/engenharia/origem-da-telha/60348

Publicado por revistavitrini

Revista que tem o foco de expandir negócios, promover empresas e trazer artigos de utilidade e informativos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: