Celular e sala de aula

Rejane Friedrich – Psicóloga NAP – 07/27534 – contato@napvs.com.br

Não é possível ignorar a quantidade e a qualidade de informações que circulam nos espaços virtuais e que essas novas tecnologias podem ser utilizadas como estratégias para diferentes aprendizagens.

            O desafio das escolas/professores é o de poder proporcionar aos alunos o uso adequado dessas diferentes ferramentas, desenvolvendo capacidade para que eles possam filtrar as informações disponibilizadas nas diferentes redes de forma a poderem aproveitá-las e direcioná-las a produção de conhecimento a partir de uma forma reflexiva.

 O fato não se resolve através da liberação ou proibição do uso do celular em aula, mas de reconhecer e identificar o momento do uso e o limite para essa prática. E esse é um paradoxo que se enfrenta no dia a dia na sala de aula. É muito prático obtermos informações atuais sobre assuntos que estão à nossa disposição instantaneamente através de uma pesquisa na internet, bem como fazer uso de aplicativos educativos. Desta forma as aulas podem ser mais dinâmicas e significativas.

Se usado como estratégia pedagógica o celular se transforma de vilão a aliado na sala de aula.

Publicado por revistavitrini

Revista que tem o foco de expandir negócios, promover empresas e trazer artigos de utilidade e informativos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: