Dona Ansiedade, vem cá, vamos conversar

Gabriela Marques – Psicóloga do Nap – contato@napvs.com.br

Eu sei que você faz parte das emoções humanas, que você muitas vezes vem em momentos estressantes e de angústia… mas veja bem, estamos vivendo uma pandemia, um negócio mundial, que paralisou o mundo, fez todo mundo ficar isolado em casa. Este isolamento social trouxe medo, trouxe incertezas sobre o que aconteceria dali para frente. Acontece que a pandemia foi gerada por um vírus, o COVID-19. Este vírus já tirou a vida de mais de 100mil brasileiros. Antes, eram números que a gente via na TV, nos jornais. Agora, as pessoas próximas estão adoecendo. Vejo amigos testando positivo, conhecidos que foram hospitalizados e até faleceram deste inimigo invisível e mortal. A única forma de nos proteger deste danado, é evitando aglomerações, contato com outras pessoas de maneira geral. Então para sair na rua, precisamos usar máscara, que é um novo acessório dos looks atuais (acredite, já estão fazendo até máscara combinando com a blusa, quem diria né?). Precisamos sempre manter as mãos higienizadas, então o álcool gel também faz parte dos acessórios que andam na bolsa ou no bolso. Veja bem se isto não é um convite para desenvolver o TOC? Quanto equilíbrio emocional para não pirar no meio de tudo isso.

Ahhh, as pessoas mais velhas, estão no grupo de risco. Isso quer dizer que precisamos manter à distância de nossos avós e tios… Só que esta restrição já está acontecendo desde março, ou seja, em torno de 5 meses… Não que a gente não tenha quebrado um pouquinho a quarentena, em alguns momentos, confesso, por ora adaptamos, arriscamos e fomos visitar nossos entes queridos.. com distanciamento, claro.  Mas olha que momento ansiogênico… Fomos visitar por causa da saudade e do estresse devido a solidão. Mas, e o medo que algo aconteça a estes familiares? E medo de sentir a culpa se algo de ruim acontecer para algum familiar?
            Então, seguinte dona Ansiedade, diante de tudo que estamos vivendo, se você vier com todas as forças para o meu dia a dia, isso vai ser um pouco complicado. Porque vou ficar mais estressada e nervosa. Isso pode afetar a minha saúde física. Porque você traz um “bum” de energia para o meu coração, que dispara sempre que vejo uma notícia ruim ou lembro que não posso abraçar meus filhos.
            Querida ansiedade, vamos fazer as pazes e tentar viver em harmonia? Você baixa a minha imunidade, e assim você me coloca em maior risco de contrair este tal vírus que está dando tanta dor de cabeça.
            Os médicos e pesquisadores estão dando tudo de si para desenvolver uma vacina para conter este vírus, mas enquanto isso não acontece, precisamos nos restringir do convívio social. E restrição social para pessoas que convivem com você, dona Ansiedade, é algo que enlouquece! Traz muito desconforto. Porque é um somatório de sentimentos, e você aqui, deixando meus pensamentos mais acelerados. Como estou sozinha, a tendência é que pensamentos ruins venham. O que é simples, passa a ser algo muito difícil. A mente tem o poder de aumentar os problemas.             Então, seguinte, vamos fazer as pazes? Você se controla e não venha com tanta força. Eu vou tentar me acalmar também, vou evitar olhar notícias ruins. Vou tentar focar em coisas boas, e claro fazer a minha parte contra o vírus. Tá ok? Precisamos sobreviver a tudo isso. Se não, não adianta eu ficar isolada em casa, salva do vírus, mas em depressão ou surtada por causa de você, dona Ansiedade.

Publicado por revistavitrini

Revista que tem o foco de expandir negócios, promover empresas e trazer artigos de utilidade e informativos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: