Os diferentes tipos de areia para Construção Civil

sulminasaco.com.br

Para que uma construção aconteça existem várias etapas, que vai desde o planejamento até a compra de cada produto usado na obra. Um deles é a areia, porém para cada parte da obra é necessário um tipo de areia diferente. A areia usada na construção civil normalmente é extraída dos leitos dos rios (por isso chamada de areia lavada) ou da britagem de rochas (areia usinada).

Areia lavada

A areia lavada é a mais utilizada nas obras. Depois da extração dos rios através de dragas de sucção, o material sólido é separado da água por decantação e peneirado para que sejam eliminados pedras e vegetações. No comércio, ela é dividida em granulações fina, média e grossa.

A areia fina é aquela cujos grãos têm diâmetros entre 0,05 e 0,42 milímetros. É usada na fabricação de argamassas para revestimentos internos, como reboco fino e liso.

A areia média tem grãos de diâmetro entre 0,42 e dois milímetros. É muito utilizada na fabricação do concreto e argamassas de assentamento de blocos e tijolos.

A areia grossa têm grãos com diâmetro entre dois e quatro milímetros. Na maioria das vezes é utilizada para fabricação de concreto e argamassa para chapisco.

Areia usinada

A areia usinada, chamada também de areia industrializada ou areia de brita, é gerada pela britagem de rochas, em um processo mecânico e controlado. Ela pode substituir a areia lavada atendendo a todos os rigores técnicos e operacionais necessários e tem o ponto positivo de ser mais sustentável, já que sua produção causa menos impactos ao meio ambiente.

Areia reciclada

A areia reciclada é proveniente de entulhos, materiais de demolição e outros resíduos de construção de Classe A. Ela possui as mesmas características físicas e granulações da areia lavada, com a diferença de que pode conter partículas de cimento. Outras impurezas são retiradas antes da moagem.

A areia reciclada custa menos do que a areia lavada e causa impactos ambientais mínimos, porém deve ser usada somente como assentamento de alvenaria de vedação, calçadas, contrapisos e revestimentos.

Uso de areia na obra

Seu uso é quase que “obrigatório” quando se fala de construção civil. A areia é misturada com o cimento para a fabricação de concretos e argamassas. Considerada inativa por não reagir quimicamente com água e cimento, ajuda a evitar a perda de umidade, que muitas vezes influencia em rachaduras e trincas na obra.

 Toda empresa que faz extração precisa ter a autorização do Ministério de Minas e Energia, um alvará municipal, licenciamento ambiental.

 Outro ponto é inspecionar o produto, ou seja, conferir se de fato o produto tem qualidade.

 Areia suja ou úmida nem pensar, por isso confira antes para correr o risco de receber areia com óleo, galhos e muita terra, o que pode impactar muito na qualidade, durabilidade e resistência da argamassa e concreto.

E você sabia que o volume de areia úmida é muito maior que a seca? Ou seja, você corre o risco de pagar o valor de uma quantidade e receber outra na obra. Fique atento!

Publicado por revistavitrini

Revista que tem o foco de expandir negócios, promover empresas e trazer artigos de utilidade e informativos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: